Quantcast
Channel: CARAS
Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622

Brinco da filha de Gisele Bündchen cria polêmica na mídia internacional

0
0

A modelo brasileira Gisele Bündchen faz questão de criar os seus filhos, Benjamin e Vivian Lake, do casamento com Tom Brady, entre as culturas do Brasil e dos Estados Unidos. E isso faz com que as tradições dos dois países façam parte das vidas das crianças, mas podem causar estranhamento para quem não conhece bem as duas culturas. E foi isso que aconteceu nesta semana, no Reino Unido. O Daily Mail, publicação reconhecida internacionalmente quando o assunto é celebridades, mostrou a polêmica que surgiu após Gisele publicar uma foto de sua filha, Vivian, usando um par de brincos nas orelhas.

+Gisele Bündchen vai à praia com a filha e mostra sua boa forma

A menina tem quase oito meses de idade e já teve as suas orelhas furadas a pedido da mamãe. Para nós, aqui no Brasil, isso não é nada demais, já que é culturalmente aceito que os pais furem as orelhas dos bebês ainda nos primeiros meses de vida ou assim que deixam a maternidade. Mas, nos Estados Unidos e Reino Unido, esta tradição não existe, já que as meninas costumam fazer os primeiros furos apenas no final da pré-adolescência.

+Gisele Bündchen parabeniza a mãe, Vânia, pelo seu aniversário

De acordo com a publicação do Daily Mail, alguns pais chegam até a rotular o ato de furar as orelhas dos bebês como ‘cruel’. “Eu não sou a favor de causar dor em meus filhos por nenhum benefício médico”, afirmou Gina Crosley-Corcoran. Também há aqueles pais que se veem divididos entre as duas culturas. “Eu não tinha certeza se queria colocar brincos em meu bebê antes que tivesse a idade suficiente para expressar o seu desejo”, afirmou Eleni N.Cage, que decidiu fazer os furos quando a filha tinha seis meses. “Amália chorou por um minuto ou mais, menos do que chorou quando tomou a vacina contra a gripe algumas semanas mais tarde”, confidenciou.

+Gisele Bündchen mostra foto ao lado das irmãs quando era criança

Como é uma tradição no Brasil, os pais só precisam tomar cuidado na hora de escolher o local em que o procedimento será feito em seus filhos.“Não tem nada a ver com vaidade. É simplesmente uma tradição cultural. Eu me apavorei quando soube que meu primeiro filho era uma menina porque não sabia onde iria levá-la para furar as orelhas”, contou Roxana Soto, co-fundadora da Spanglish Baby, e moradora de Denver. “O procedimento não é isento de riscos. Nem todos os locais podem ter o material adequado ou pessoal treinado para trabalhar com crianças”, disse Meredith Goodwin, médica na Flórida, que diz que alguns pediatras podem furar as orelhas dos bebês com agulhas esterilizadas.

+Relembre momentos de Gisele Bündchen nas passarelas de desfiles

E você, é a favor ou contra furar as orelhas dos bebês?


Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622