Quantcast
Channel: CARAS
Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622

"Nunca fiz terapia", diz Zécarlos Machado, protagonista da série 'Sessão de Terapia'

0
0

Casado com uma terapeuta e protagonista da aclamada série Sessão de Terapia no GNT, o ator Zécarlos Machado contou para a Caras Online que nunca fez terapia na vida. 

Mesmo assim, interpreta o terapeuta Theo na TV e estreia neste final de semana em São Paulo o espetáculo Retratos Falantes, do grupo Tapa, no qual interpreta um pacato homem de família que esconde uma vida sombia.

"O Wilfred é um personagem comum do cotidiano, mas que apresenta alguns desequilíbrios com o mundo social e comportamental humano. Ele pode ser seu vizinho ou um amigo que trabalha com você, mas com traços de personalidade duvidosos e discutíveis", explicou Zecarlos.

O texto da peça, escrito em 1987 pelo autor inglês Alan Bennett, prova ser atual em relação ao comportamento humano nos dias atuais. Segundo Zecarlos, a tecnologia que surgiu desde então, aprofundou ainda mais a solidão do ser humano. "As pessoas são as mesmas, mas a solidão é maior. Com a cibernética, as pessoas ficaram mais sós e com outras diferenças comportamentais. Nesse período, o ser humano é ser humano desde sempre, com uma alma bastante complexa em qualquer período da história", contou.

Questionado se o personagem Wilfred se aproximaria em algum ponto de Theo, no que diz respeito ao emaranhado psicológico, Zecarlos destacou as características de cada um. "Em comum, de certa forma, há a terapia. O Theo tem seus desiquilibrios, mas é considerado um bom terapeuta capaz de ajudar a fazer com que as pessoas se descubram em seu consultório. Ele é um personagem criado para se relacionar com as pessoas, sem oferecer perigo social. Já o Wilfred apresenta certo perigo dentro de um campo social. Na peça retratamos diversos tabus, mas que se tornam discussões necessárias", disse.

Diferetemente de seus personagens na ficcção, Zécarlos conta que nunca frequentou um terapeuta, mas diz concordar na linha de pensamento de que a terapia é a "medicina da alma"."Minha esposa é terapeuta, mas nunca fiz terapia -- e isso não é coisa de gente maluca. Já faço uma terapia no programa e no teatro, onde acabo mergulhando na psique humana, derrubando assim preconceitos meus em alguns aspectos. É uma luz lançada sobre algumas coisas que são sombras. De alguma forma vejo com mais consciência aquilo que me cerca e acaba me transformando", explica.

"O trabalho tem me proporcionado esse prazer de atuar e refletir em assuntos interiores. Tenho muitas coisas em comum com o Theo: sou casado, tenho filhos, amigos e encontro os problemas do dia-a-dia. O trabalho me ajudou a crescer como ser humano. Determinadas questões servem para mim também, pois joga luz sobre as minhas questões e minha fé", afirmou o ator. 

Com direção de Selton Mello, a segunda temporada do Sessão de Terapia estreia no dia 7 de outubro e terá 35 capítulos. Uma terceira temporada também já está em análise.

Já a peça Retratos Falantes está em cartaz no teatro de arena Eugênio Kusnet, de sexta a domingo, até o dia 29 de setembro.


Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622