Quantcast
Channel: CARAS
Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622

Penélope Nova cortou a lactose da dieta diária para conquistar um corpo sarado. Saiba se o truque funciona

0
0

O corpo sarado de Penélope Nova tem despertado o interesse feminino por dois motivos: a beleza e a transformação. A apresentadora eliminou as gorduras localizadas na barriga e ganhou músculos. Para conseguir a nova forma, ela se dedicou aos treinos e mudou o cardápio diário. Agora, Penélope usa a internet para dar dicas de exercício e dieta. E uma das orientações é: evite a lactose.

Barbara Beluco, a modelo sucessora de Elle Macpherson, revela o segredo de sua boa forma

Como a lactose é um carboidrato encontrado no leite, na prática, a medida significa cortar a bebida e seus derivados das refeições cotidianas. Não existe comprovação científica de que cortar a lactose das refeições ajuda a emagrecer. Mas, de fato, ajuda a reduzir o inchaço natural do corpo.

Inspire-se em Fabiana Karla e Kesha e saiba como emagrecer e evitar o “efeito sanfona”

Vale lembrar, porém, que a estratégia só é vantajosa quando o adepto do cardápio sem lactose já está habituado a um programa de reeducação alimentar regrado. “Não adianta eliminar os laticínios do cardápio semanal e comer uma pizza quatro queijos nos finais de semana, por exemplo”, avalia Rodolfo Peres, nutricionista esportivo.

O leite é rico em cálcio, um nutriente fundamental para a formação e manutenção dos ossos. Em geral, na vida adulta, é necessário consumir 1.500 miligramas de cálcio por dia. Portanto, para cortar os laticínios do cardápio, é preciso compensar a falta o mineral com outros alimentos, como feijão, arroz, folhas escuras, mamão, figo e morango. O nutricionista pode balancear o cardápio e dosar os alimentos para que os nutrientes necessários não faltem.

Para 75% da população mundial, a dieta sem lactose é uma realidade. “Essa parcela da população apresenta intolerância à lactose, problema caracterizado por diversos sintomas de ordem gastrointestinal”, diz Peres. Existem dois tipos de intolerância: total e parcial. “O grupo que tolera parcialmente a lactose consegue comer alimentos com baixos teores do carboidrato, como queijo e iogurte, mas tem dificuldade para digerir grandes quantidades de uma só vez”, afirma o nutricionista. Quando não é digerida, a lactose permanece no intestino e sofre com a ação de bactérias fermentativas, que provocam náuseas, gases, cãibras, cólica abdominal, flatulência e diarreia.

Ajudamos você a emagrecer após a gravidez. Mas ter o corpo de Gisele Bündchen... é mais difícil


Viewing all articles
Browse latest Browse all 3622