Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Showcase


Channel Catalog


Channel Description:

Sempre com Você

older | 1 | .... | 134 | 135 | (Page 136) | 137 | 138 | .... | 182 | newer

    0 0

    Tive uma gravidez tão tranquila, sem nenhum contratempo, que não achei que pudesse ser estressante em algum momento. Continuei com todas as minhas atividades e até fiz exame para faixa preta no taekwondo aos 7 meses!

    Li bastante, me informei, mas especificamente sobre a amamentação, não corri muito atrás. Simplesmente porque achava que era natural. Tinha certeza que conseguiria. Haviam me dito que doía, que era bom preparar o mamilo antes, mas ninguém me falou das dificuldades que eu poderia enfrentar.

    + Paciência e orientação médica ajudam mãe na amamentação. Confira as respostas para as principais dúvidas

    Eu não tinha outra ideia na cabeça: ia amamentar no peito. Minha irmã amamentou os dois filhos. Minha mãe amamentou gêmeos – meu irmão e eu – no peito exclusivamente por meses! Então, eu preparei o peito, comprei pomadinhas e só me preocupei com as mamadeiras e bicos para depois dos seis meses de idade.

    Quando a Flora nasceu, não a colocaram no meu peito logo depois do parto. Mas quando isso aconteceu, já no quarto, a primeira sensação foi ótima. Ela pegou, eu tinha colostro, as enfermeiras falavam “ai, que ótimo” e eu fiquei feliz. Mas minha filha sugava pouco, porque engoliu líquido amniótico e precisou fazer uma lavagem. Então, passou um dia e meio, mais ou menos, mamando bem pouco. Sempre que ela mamava, tinha um pouco de ânsia.

    Na volta da lavagem, com fome, ela machucou um pouco meu peito e pensei, “ah, se for isso, tudo bem”, achei suportável. Minha maior dificuldade, no começo, era a “falta de mãos”. Porque como ela mamava dormindo, eu precisava cutucá-la para acordar. Mas com uma mão eu a segurava e com a outra fazia o “C” no peito para ela abocanhar. Com o tempo peguei prática e ficou mais fácil.

    Fomos para casa e achei que continuava tudo bem. Eu a via sugando, vi o leite escorrendo pela boquinha dela... E comecei a usar o bico de silicone, porque meu peito machucou muito e quase sangrou. Passei quase um mês amamentando e achando que tudo estava às mil maravilhas. Como a Flora nasceu no dia 2 de janeiro, o pediatra estava viajando e só tivemos a primeira consulta no dia 22. Então soou o alerta vermelho. Ela não havia engordado nada! Nasceu com 3,1 kg, saiu da maternidade com 2,8 e estava com 2,850. Daí o médico começou a me fazer perguntas do tipo “você sente o leite descer?”, “sente ela sugar?”, e eu não não tinha segurança pra responder, porque não tinha experiência nenhuma com isso.

    + Especial Amamentação: mãe de primeira viagem fala de suas descobertas

    Diante dos números, surgiram duas possibilidades. Uma, que o leite que eu tinha não era suficiente. Outra, que ela era preguiçosa e não sugava com afinco. Como eu tirava de 90 a 120ml com a máquina, e sempre vazava leite à noite, acreditamos que a segunda opção era a mais provável. 

    O pediatra não queria introduzir a fórmula de jeito nenhum, então começamos o que eu chamo de “maratona da amamentação”. Tiramos o bico de silicone, porque poderia estar atrapalhando e, sempre que ela chorava, eu dava o peito. Num mesmo dia, cheguei a amamentar 14 vezes! Ela e eu quase não dormíamos. Ficamos duas semanas nisso e ela engordou só 100 gramas. Íamos ao pediatra toda semana e eu tentava de tudo para aumentar minha produção: tomei tintura de algodoeiro, me entupi de suco de uva integral, comi canjica e tirava leite com a máquina. A essa altura, já tinha perdido a vergonha de qualquer um. Ordenhava na sala, na cozinha. Mas estava exausta. Juntava o leite ordenhado ao longo do dia numa mamadeira e oferecia à noite para que nós duas pudéssemos dormir um pouco.

    + Medo e cansaço da mãe são vilões da amamentação. Saiba como vencê-los

    O choro que, a princípio, eu achava que podia ser cólica devia ser fome! E como ela crescia, ficou comprida e muito magra. Dá até aflição de falar, mas parecia uma criança doentinha. Até que um dia, com um mês e meio, ela só chorava e eu liguei para o médico avisando que eu daria o complemento. Ele disse que tudo bem, que estava ouvindo o choro dela, que eu podia dar. Mas foi difícil. No começo ela vomitava tudo! Pensamos até que fosse alergia à proteína do leite de vaca, cogitamos experimentar o de soja, mas daí o pediatra sugeriu dar de pouquinho em pouquinho. Mal dava para ver na mamadeira. E aos poucos normalizou.

    Até os dois meses e meio, tentei dar o peito. Em toda a mamada, oferecia o peito e a mamadeira. Primeiro ela chorava. Depois, ficava quieta, mas sem se mexer, porque já sabia que a mamadeira viria depois, e que era bem mais fácil! A Flora começou a engordar e eu fiquei superfeliz. Parei de oferecer e só ordenhava, mas daí o leite secou. Chorei por uma semana! Estava frustrada, apesar de todo mundo falar que não. Eu queria muito, mas ela abandonou. Meu marido nunca me pressionou, ao contrário, me ajudou muito. Ele ficou calmo, me tranquilizava, dizia que era tudo leite e que eu deveria ficar contente, porque estava tudo melhorando, e ela estava engordando.

    + Especial Amamentação: a decisão de parar com a consciência tranquila

    E incrível. Se antes ela chorava muito, por tudo, virou um bebê super regrado e calmo. Olhando para trás, vejo que a minha frustração foi em vão. Não sou menos mãe porque não consegui amamentar. Dar o peito era um momento de amor e carinho sim, mas existem outros. Amei amamentar, o ritual, ficar no quarto sozinha com ela. Isso é bem diferente da mamadeira. Mas também posso ter ficado mais experiente. Foram seis meses de licença em período integral com ela. Ainda dou as mamadeiras, as papinhas, troco todas as fraldas que posso. Hoje, a Flora está acima da média na curva do peso e não tem nenhum problema com alimentação. E, com certeza, vou tentar amamentar o segundo filho. Mais calma, quem sabe dá certo?

    + Especial amamentação: mãe fala da experiência com o segundo filho
     


    0 0


    Eles não são mais tão jovens, mas ainda continuam fazendo sucesso com as mulheres. Se fossem anônimos, talvez muitas ficassem surpresas por eles já serem pais! Mas, quem disse que ser pai significa estar fora de forma?

    Muitos dos jovens pais famosos, como Kaká, Cauã Reymond e príncipe William - este o mais recente a entrar no clube dos papais vips -, têm como hobbies as atividades físicas. Cauã, por exemplo, curte surfar e o duque de Cambridge é adepto do polo. Assim dá pra entender a boa forma física deles, né?

    Conheça os pais famosos na faixa dos 30 anos com seus filhos inseparáveis!

    + Confira 15 filhos idênticos aos pais famosos

    + Pais e filhos nas novelas: qual é a dupla mais parecida?

    1. Henri Castelli e Lucas

    2. Kaká com a mulher Carol Celico e os filhos Luca e Isabella

    3. Cauã Reymond com a mulher Grazi Massafera e a filha Sofia

    4. Príncipe William com Kate Middleton e o filho príncipe George

    5. Marcos Mion com a mulher Suzana Gullo e os filhos Romeo, Donatella e Stefano

    6. Felipe Titto com o filho Théo

    7. Cássio Reis e Noah

    8. Jonatas Faro e Guy

    9. Tom Brady e Benjamin. Ele também é pai de Vivian e John

    10. Raoni Carneiro com a mulher Fernanda Rodrigues e a filha Luisa

    11. Channing Tatum com a mulher Jenna Dewan-Tatum e a filha Everly

    12. Chris Hemsworth com a filha India

    13. Thiago Rodrigues e Gabriel

    Confira na nossa galeria abaixo mais fotos dos pais famosos na casa dos 30 anos!


    0 0
  • 08/06/13--11:55: Selma Blair
  • A atriz Selma Blair Beitner nasceu no estado de Michigan, nos Estados Unidos. Ela foi descoberta por um agente e fez sua primeira aparição em uma propaganda de televisão em Virgínia, também nos Estados Unidos. Depois disso, em meados de 90, ganhou seu primeiro papel em ‘The Aventures of Pete & Pete’.

    Em 1999, Selma estrelou o filme ‘Segundas Intenções’ junto com Sarah Michelle Gellar, Ryal Phillippe e Reese Whitherspoon.  Pelo filme, a atriz ganhou o MTV Movie Awards pelo melhor beijo na atriz Sarah Michelle Gellar. De 99 a 2000, a atriz interpretou Zoe Bean na série ‘Zoe, Duncan, Jack and Jane’. Pelo seu papel, Selma foi indicada para o Teen Choice Awards.

    Em 2000, ela esteve no filme ‘Louco Por Você’, junto com Freddie Prinze Jr. e Julia Stiles. A atriz ganhou o Young Hollywood Award. No ano seguinte, participou do filme ‘Legalmente Loira’, ao lado da atriz Reese Whiterspoon. Selma Blair participou de diversos filmes depois disso, como ‘Tudo Para Ficar com Ele’, ‘Mate-me Depois’, ‘Hellboy’, ‘De Marco Affairs’, ‘Banquete do Amor’, ‘A Casa do Poker’, ‘Mais Do Que Você Imagina’ entre outros.

    Em 2008, ela foi incluída na lista das 50 mulheres mais glamorosas pela revista Glamour americana. No mesmo ano, a atriz assumiu o papel principal na série TV australiana ‘Kath & Kim’. Além disso, participou da dublagem do documentário ‘O Diário de Anne Frank’ e foi indicada ao Grammy Awards, em 2011.

    Em 2012, ela foi convidada para protagonizar a série ‘Anger Managemente’, ao lado de Charlie Sheen. De acordo com o jornal Daily News, Selma deixou a série nas gravações da segunda temporada, por conta de desavenças com Sheen.


    0 0


    Anna Rita Cerqueira realizou o sonho de integrar um grande musical. A atriz, que interpreta a Flaviana em Malhação, dá vida à fada Sininho no espetáculo Peter Pan - O Musical. A estreia foi realizada no Rio de Janeiro e agora a expectativa é percorrer várias cidades do Brasil.

    Na peça, ela contracena com  Sérgio Dalcin (no papel de Peter Pan), Julianne Trevisol (Wendy) e André Rayol (Capitão Gancho), entre outros atores."Minha cena preferida foi na morte da Sininho e quando ela renasce ao som da voz do Peter Pan. Sem dúvida esse foi o momento de tirar lágrimas da plateia e dos atores. Só tenho a agradecer tudo que está acontecendo comigo. Estou vivendo um sonho e sendo muito, mas muito feliz", disse a atriz, que contou com a presença de vários colegas de Malhação no público. "Fiquei feliz ao ver a plateia lotada e entre o público ver amigos, familiares e companheiros de cena".

     


    0 0

    Durante um bate-papo sobre gêmeos em seu programa, Encontro, Fátima Bernardes mostrou uma foto antiga do aniversário dos filhos. Na foto, a apresentadora aparece com as duas filhas, Laura e Beatriz, no colo, e com o marido, o jornalista William Bonner, que está atrás segurando o outro filho do casal, Vinícius.

    + Filhas de Fátima Bernardes prestigiam programa da mãe

    "Sempre é um alvoroço sair com os três juntos", comentou a apresentadora, que afirmou que sempre fez questão de respeitar a individualidade de cada filho.

    + Fátima Bernardes comemora primeiro ano de seu programa em churrascaria

    "Eu procurei sempre fazer três bolos e, como sou neurótica, eu fui um pouco além. Até os cinco anos, eu fiz um álbum de aniversário para cada um. Quem fotografa trigêmeos sabe que nem sempre todos saem bem na mesma foto. Então, a foto em que a Beatriz saía bem, ia para o álbum dela, as que a Laura saía bem, iam para o dela e o mesmo com o Vinícius", contou.

    + Fátima Bernardes ganha caricatura em tamanho real

    Fátima contou ainda que sempre conversou com os filhos sobre os aspectos positivos de ter irmãos da mesma idade. "É maravilhoso poder dividir o que está sentindo, ter a possibilidade de viver as mesma coisas ao mesmo tempo", explicou.


    0 0


    A modelo brasileira Gisele Bündchen adora mostrar fotos da rotina ao lado de seus filhos, Benjamin e Vivian, do casamento com Tom Brady. Nesta terça-feira, 6, a top model usou a sua página no Instagram para dividir um momento ao lado do filho em uma praia. Na imagem, os dois aparecem andando a cavalo. “Aproveitando o dia com meu pequeno”, escreveu a mamãe coruja na legenda.

    +Gisele Bündchen mostra foto ao lado das irmãs quando era criança

    Nos últimos dias, Gisele já publicou fotos algumas outras fotos de Benjamin, como a silhueta do garotinho contra a luz, o momento da leitura de mãe e filho e também brincando com a irmãzinha Vivian.

    +Relembre momentos de Gisele Bündchen nas passarelas de desfiles

    Bündchen deverá voltar às passarelas brasileiras na próxima edição do São Paulo Fashion Week, que acontecerá entre outubro e novembro deste ano. A estrela está confirmada como a nova garota propaganda da grife Colcci e deverá marcar presença no desfile da marca.

    +Brinco da filha de Gisele Bündchen cria polêmica na mídia internacional


    0 0
  • 08/06/13--12:50: Anna Rita Cerqueira
  • A atriz Anna Rita Cerqueira é filha da jornalista Renata Cerqueira. Ela começou a trabalhar na televisão quando tinha apenas quatro anos, na novela ‘O Beijo do Vampiro’, da Rede Globo.

    Em 2007, ela participou da novela ‘Eterna Magia’, interpretando Clara. Na novela, a atriz tocou piano durante uma semana e dispensou o dublê. Anna fez aulas durante um dia antes para poder tocar a canção infantil ‘Cai Cai Balão’.

    Em 2010, ela participou da novela ‘Escrito nas Estrelas’, interpretando, novamente uma personagem com nome Clara. Um ano depois, ela participou da novela de Jayme Monjardim, ‘A Vida da Gente’. Dessa vez, Anna viveu Olívia.

    No mesmo ano, ela dublou a personagem Lili, do desenho animado ‘Meu Amigãozão’, do canal Discovery Kids. Atualmente, Anna está no elenco de ‘Malhação’, interpretando a periguete Flaviana Sampaio.


    0 0


    Nathalia Timberg, que interpreta a personagem Bernarda em Amor à Vida, comemorou nesta terça-feira, 6, seus 84 anos nos bastidores de Amor à Vida.

    + Nathalia Timberg passeia com seu cão

    A atriz estava gravando uma cena forte, em que parte do elenco estava reunida para tentar encontrar o paradeiro de Paulinha (Klara Castanho), que, no capítulo da filmagem estava desaparecida, quando foi surpreendida pelo diretor, Wolf Maya, com um bolo nas mãos.

    +  Rosamaria Murtinho e Nathalia Timberg reestreiam peça no Rio

    Animado, o elenco desejou parabéns a Nathalia, que, emocionada, não segurou as lágrimas e agradeceu a cada um com um beijo e um abraço.

    + Famosos prestigiam festa promovida por Wolf Maya no Rio


    0 0


    A maior emoção para os pais cantores é poder fazer o que mais gostam, cantar, ao lado de quem mais amam, os filhos. Fábio Jr, Xororó,Leonardo, Gilberto Gil e outros artistas tiveram esse privilégio, já que dividiram o palco com seus herdeiros, como Fiuk, Sandy e Pedro Leonardo e Preta Gil, por exemplo.

     + Relembre os casais apaixonados do mundo da música

    + Descubra como os famosos eram quando crianças!

     + Pais e filhos nas novelas: qual é a dupla mais parecida?

     + Confira 15 filhos idênticos aos pais famosos

    Marcelo Adnet, por exemplo, nem é música, mas já soltou a voz ao lado do pai cantor, Chico Adnet, só para agradá-lo.

    Confira a seguir, uma galeria com 10 famosos que já cantaram com seus filhos!


    0 0


    A atriz Sophie Charlotte interpreta uma it-girl na novela Sangue Bom, da Globo, e também mostra o seu lado fashionista na vida real. Sempre estilosa, ela adora explorar as últimas tendências em seus looks, mas sempre mantendo a sua própria personalidade em cada modelito.

    +Sophie Charlotte tem o sonho de comprar a sua casa própria

    “Eu estou em um momento de transformação e de aprendizado, mas gosto de me sentir à vontade, sem me sentir muito presa. Acho que meu estilo varia entre o clássico e o despojado”, afirmou Sophie ao site do Domingão do Faustão.

    +A moda praia de Sophie Charlotte. Veja os biquínis da atriz!

    Em ritmo agitado de gravação, a atriz revela que presta atenção nas composições dos looks de sua personagem, Amora, para se inspirar em seu dia a dia. “Eu passo muito mais horas vestida de Amora do que de Sophie, mas o que sei é que estou aprendendo muito e dando chance a outras possibilidades de estilo. Estou brincando e me divertindo mais”, disse.

    +Sophie Charlotte revela que cuida da beleza com produtos e alimentação

    Confira alguns visuais de Sophie Charlotte na galeria!


    0 0

    O tabaco não é o único vilão quando o assunto é escurecimento dos dentes. Bebidas comuns do nosso dia dia, como refrigerantes, chás gelados e o tão amado café ajudam a “tingir” a pigmentação dos dentes. Por serem escuros, eles estimulam esse processo.

    Segundo a cirurgiã-dentista Beatriz Jesus, os dentes podem ter dois tipos de manchas.

    As manchas dentais podem ser classificadas em intrínsecas, localizadas dentro da estrutura dental, e extrínsecas, que acumulam sobre a superfície dos dentes. Neste caso, os pigmentos de alimentos e bebidas escuras como chocolate, chás gelados e refrigerantes escuros, café e vinho aderem à superfície dos dentes, podendo penetrar até a camada sub-superficial do esmalte, dificultando sua remoção com apenas a escovação”, afirma a dentista.

    + Espinhas na gravidez e na idade adulta: como tratá-las?

    +Nathalia Dill coloca aparelho nos dentes para compor personagem

    Até o molho shoyu, usado principalmente na culinária japonesa, pode danificar o tom dos dentes.

    A especialista afirma também que as mancha intrínsecas, dificilmente vistas a olho nu, não são causadas por bebidas escuras, e sim, por questões de saúde.

    As manchas intrínsecas podem ser ocasionadas por questões genéticas, trauma, cárie, tratamento dentário incorreto ou até mesmo envelhecimento da estrutura dental, diferentemente das extrínsecas que ficam visíveis a olho nu”, afirma a especialista.

    +Pele ressecada: veja os riscos e aprenda truques para hidratá-la no frio

    Para ajudar no branqueamento dos dentes, há cremes dentais específicos que amenizam os danos, mas segundo Beatriz, apenas um branqueamento dentário feito com um dentista especializado pode apresentar resultados efetivos.


    0 0


    O stylist Nicola Formichetti precisou encerrar sua parceria de longa data com a cantora Lady Gaga para se dedicar a novos projetos. Em entrevista ao WWD, ele falou sobre a relação que tinha com a pop star e confessou que trabalhar com ela era uma loucura.

    “Ela vai ser minha melhor amiga para sempre, mas estou muito ocupado no momento”, declarou. “Sempre estarei envolvido de alguma maneira, mas não posso mais fazer isso diariamente. Ela troca de roupa 12 vezes por dia. É insano!”.

    + Lady Gaga se inspira em Pierrot para capa de novo single, 'Applause'

    Quem assume o difícil trabalho de cuidar do visual de Lady Gaga é Brandon Maxell, ex-assistente de Nicola. Nas últimas fotos divulgadas para promover o álbum ARTPOP, já é possível ver o trabalho de Maxell com a cantora.

    Enquanto isso, Nicola Formichetti vai se dedicar totalmente à marca Diesel, da qual ele se tornou novo diretor criativo em julho.

    + Katy Perry compra briga com Lady Gaga. Quem vai vencer?


    0 0


    A dupla sertaneja Fernando eSorocaba sobe ao palco do Espaço das Américas nos dias 7 e 8 de agosto, em São Paulo, para a gravação do seu quinto DVD. Músicas famosas da dupla estarão presentes no repertório do DVD Homens e Anjos, que contará também com canções inéditas.

    Vips vão ao casamento do sertanejo Fernando em SP

    Segundo Fernando, o show terá várias supresas para agradar os fãs. Uma delas está ligada aos músicas da banda, que irão se apresentar fora do palco. “Essa é uma ação inusitada no Brasil, o baterista e tecladista estarão fora do palco, gerando assim uma maior interação com os fãs. Posso adiantar que o cenário terá painéis de Led´s e ao longo da apresentação serão exibidas projeções em 4D. Outros dois grandes momentos estão confirmados para a apresentação, que são a bolha e o teletransporte", conta.

    Fernando e Sorocaba brilham na estreia do 'Fábrica de Estrelas'

    Acreditamos que iremos inovar, levaremos todas as características da ‘Tour 2013’ para dentro desse DVD. Os fãs são maravilhosos e merecem sempre uma novidade especial“, afirmou Sorocaba.

    O show conta com participações especiais deChitãozinhoeXororó, Marcos e Belutti, do cantor Lucas Lucco e da banda carioca Monobloco. "Acreditamos que sempre vale misturar ritmos e quem ganha com isso é o público. Já posso adiantar que iremos fazer uma versão especial para a canção 'Imagina na Copa'", disse Sorocaba.

    A gravação do DVD terá mais de 120 profissionais envolvidos. A dupla vem promovendo em suas redes sociais o projeto com o mote 'Sinta essa experiência'.

    Fernando e Sorocaba relembram a 1ª vez que entraram em um estúdio musical


    0 0

    O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, publicou uma foto dos filhos trigêmeos em posição de meditação em plena festa do pijama.

    "Como manter total controle de uma festa do pijama com 7 crianças", escreveu William na legenda da imagem, tirada em 2009, em sua conta no Instagram.

    Vinícius aparece ao centro, com um pijama de bichinhos, tendo ao fundo as irmãs Laura e Beatriz, que não se mostrou muito disposta a ficar calma durante a festa, mas sim rindo.

    + William Bonner se diverte com a 'vingança do assistente' após empurrão no 'Jornal Nacional'

    Hoje mais cedo, Bonner publicou uma imagem mostrando sua própria versão do cone do silêncio para poder usar o telefone na redação do Jornal Nacional.

    "O tio usa seu smartphone com o mundialmente famoso cone do silêncio", brincou Bonner na legenda da imagem em que aparece com um cone transparente na cabeça, fazendo uma referência ao acessório usado por Maxwell Smart, o agente 86, no filme de mesmo nome, para ter conversas secretas com seu chefe.

    + William Bonner parabeniza Fátima Bernardes em rede social


    0 0

    Minha gravidez foi planejada, apesar de ter esperado bastante tempo pra isso acontecer. Foram sete anos de casamento até o dia que conversando com meu marido decidimos que estava na hora de tentar. Foi tão rápido que não deu nem tempo de me “preparar psicologicamente”. Foi uma gestação muito desejada, tranquila, sem nenhuma complicação. Sou psicóloga e parei de atender três dias antes da Mari nascer.  É a maior emoção que alguém pode ter e foi assim que consegui compreender o real significado da frase “amor à primeira vista”. Lembro como se fosse hoje, aquele amor arrebatador imediato brotando do meu coração.

    Sempre quis amamentar e pretendia fazê-lo até os seis meses, exclusivamente. Mas se não fosse possível, faria o que fosse necessário para ficar tudo bem comigo e minha filha. Lembro que durante a gestação já preparei o bico passando bucha e um creme com lanolina no último mês da gravidez para evitar as tão temidas rachaduras. Para mim funcionou e não tive problema com o seio ficar muito machucado. Minha GO também orientou muito bem entregando instruções por escrito do que fazer nos primeiros dias de amamentação. Lembro que li atentamente: “primeiro dia: mamada de 5 minutos em cada seio para evitar rachadura e dor. Depois, aumentar para 10 minutos em cada seio até sentir que não está mais tão sensível ou dolorido.” Recorri a elas algumas vezes quando tinha alguma dúvida ou achava que minha filha não tinha mamado o suficiente. Ainda na maternidade, ela também receitou um remédio que espirrava no nariz antes de cada mamada para ajudar na produção do leite e deveria ser usado já na primeira semana. Também li bastante a respeito da amamentação, mas nada como a prática pra você ver como realmente a coisa acontece e percebi que amamentar não é pra qualquer um. Precisa ser muito (muito mesmo) persistente, ter muita estrutura e estar e se sentir confortável com a situação.

    + Especial Amamentação: mãe de primeira viagem fala de suas descobertas

    No início morria de medo e tinha muitas dúvidas sobre o quanto Mariana havia mamado.  Se tinha sido o suficiente, se ela estava satisfeita mesmo. Nas primeiras semanas, a produção de leite não era constante. Uma hora parecia estar cheio demais, em outro momento, parecia estar vazio e que não tinha o suficiente para a mamada e achava que ela ficava com fome. Estávamos nos adaptando, eu, minha filha e o peito também. Eu dizia que, de certa forma, sentia inveja de quem dava mamadeira pro filho, pois ela sabia a quantidade exata de leite que a criança tomava e eu, no início, ficava em dúvida eterna. Depois, comecei a me tranquilizar, pois sempre que levava a Mari na pediatra, via que ela estava ganhando peso e se desenvolvendo bem. E compreendi que a nossa medida era a balança do consultório da pediatra.

    A pediatra também tem um papel importante nesse momento inicial, orientando e sanando as dúvidas que toda mãe de primeira viagem tem. Lembro de ter me consultado com ela sete dias após o nascimento, consulta de uma hora e meia, e na semana seguinte fizemos retorno para verificar se minha filha estava ganhando peso adequadamente. A da Mari a acompanha até hoje, e lembro que na primeira consulta explicou tudo, desenhou e falou que o leite voltaria (famosas golfadas), já que o bebê também está se adaptando e o aparelho digestivo ainda estava em processo de amadurecimento e que, na maioria das vezes, iria mamar mais que o necessário. E disse categoricamente: “depois de cada mamada, deixe-a em pé no seu colo por 40 minutos”. Pensei que fosse bobagem, mas depois de alguns banhos de leite e choros de incômodo por querer arrotar, deixava a Mari pelos tais 40 minutos até “o leite baixar” e ela arrotar 3 ou 4 vezes… Imagina isso na madrugada? Ela levava uma hora pra mamar (nos primeiros 2 meses) e depois tinha que ficar mais 40 minutos no colo pro leite baixar (sim, eu tentei deixar só 15, depois 20, 30 minutos, mas o ideal pra ela eram mesmo os tais 40 minutos).

    Lembro que esse processo não era nem um pouco fácil… Muito cansativo e o sono cortado não permitia que o corpo descansasse. E essa função (amamentar) era apenas minha, não podia dividi-la com mais ninguém. Era inevitável pensar que muitas mulheres também desistiam por conta desse cansaço e estresse que gerava. Também cismei que ela podia ter refluxo, pois o leite sempre voltava, apesar de não ser azedo, eu vivia tomando banho de leite. Andava com uma fralda pendurada no ombro o tempo todo. Sempre levava uma blusa extra, caso tomasse um ‘banho’ desses e estivesse fora de casa. A médica dizia que não havia problema, já que ela ganhava peso e o que voltava era sempre “o leite a mais” que ela tomava. No fim, a Mari era gulosa mesmo e, com o tempo, parou de me dar banhos de leite.

    + Especial Amamentação: quando a fórmula é uma alternativa

    Fiz livre demanda nos primeiros dez dias, depois ela pegou o ritmo com mamadas a cada três horas. Eu também precisava de rotina pra conseguir me organizar um pouco e percebi que minha filha também gostava da rotina. Ela parecia um relógio, quando estava chegando próximo ao horário, acordava e mamava.
    Lembro de uma única vez que meu seio ficou machucado e doía bastante na hora que a Mari o pegava, liguei pra minha GO que me indicou o uso de um anti-inflamatório. A melhora foi imediata. Também usei o bico de silicone pra ajudar a proteger e cicatrizar o mais rápido possível. Depois, com o tempo, a criança pega o ritmo (e você também) e a sintonia cresce e tudo flui bem.
    Eu adorava amamentar, mas lembro que tinha sentimentos controversos… era um momento único com minha filha, ficava naquela babação, conversava e olhava para aquela carinha de anjo e admirava como ela mamava com gosto. Por outro lado, não conseguia ser tão desprendida a ponto de amamentar em qualquer lugar, na frente de estranhos etc. Por isso, acabava me privando e não saindo tanto para lugares públicos ou com muitas pessoas, não ia pra qualquer lugar. Eu achava que esse momento não precisava ser compartilhado no meio de uma praça de alimentação ou de uma loja. Coisa minha, conheço gente que não se importa. Eu não sentia vergonha, mas queria que fosse algo nosso (meu, da minha filha e do meu marido também). Lembro que sempre que saíamos procurava saber se o local tinha algum lugar mais reservado onde eu pudesse amamentar tranquila. Podia ter barulho, nunca me importei com isso (nem minha filha, que dorme a noite toda como uma pedra desde os 2 meses. Ufa!), só não via necessidade da plateia. Sei que os shoppings possuem fraldários e todo o aparato pra mamãe e bebê, acho lindo, mas eu não sou nem um pouco fã de shopping.

    + Especial Amamentação: a decisão de parar com a consciência tranquila

    Sou profissional autônoma, portanto, não tive licença-maternidade. Comecei a retomar os atendimentos um mês e meio após o nascimento dela. Lembro que aluguei bomba elétrica pra armazenar o leite caso fosse necessário. Atendia um paciente por dia na primeira semana e depois, dois e fui aumentando gradativamente, conforme as janelas de mamadas. O que facilitou e me ajudou muito foi a proximidade do consultório com a minha casa. Podia ir e voltar para amamentar. Era corrido, puxado, mas consegui e sobrevivi. A flexibilidade da minha agenda também foi essencial. Tive e tenho uma rede de apoio que é necessária pra todas que pretendem amamentar e trabalhar. Depois do nascimento, meu marido ficou um mês comigo. Com sua volta ao trabalho, tive o suporte de minha mãe e da nossa funcionária que está na família há mais de vinte anos, tanto que minha filha a chama de vó também. Digo que é preciso ter ajuda de alguém que faça pelo menos a comida e possa ficar um pouco com a criança pra você tomar um banho. A alimentação adequada da mãe é muito importante tanto para ela quanto para o bebê. Essa rede de apoio foi essencial para a nossa dinâmica e para que eu pudesse amamentá-la pelo tempo desejado.
    Mari mamou por 7 meses, o desmame foi natural, tranquilo e gradativo. Conforme introdução dos sucos e papinhas, as mamadas foram se espaçando e a produção do leite reduzindo gradativamente. Não precisei tomar nenhum remédio e o leite secou naturalmente.
    Lembro que senti um certo pesar, mas entendi que aquele era mais um dos vários processos e momentos de separação e independência dela que vivenciaríamos no decorrer de sua vida. Percebi e sabia que continuaríamos conectadas de outras maneiras, como no banho, por exemplo. Durante todo o primeiro ano de vida dela eu fiz massagem todos os dias após o banho. Talvez seja por isso a Mari seja uma criança calma, tranquila e muito feliz.

    +  Especial Amamentação: as respostas para as principais dúvidas

    Agora estou na reta final da minha segunda gravidez (Guilherme está previsto para o início de setembro). Desta vez, um menino. Dizem que meninos são diferentes e mais vorazes, vamos ver. Tenho consciência que não terei o mesmo tempo que tinha com minha filha, pois ela também vai demandar atenção. Então, dificilmente vou conseguir amamentá-lo tranquilamente, sem a interrupção da mais velha, por exemplo.  Espero poder amamentá-lo exclusivamente até o sexto mês. Meu marido vai tirar um mês de férias para ficar conosco de novo, é um período muito importante mesmo. Acho que conseguirei amamentar e espero conseguir fazê-lo da melhor forma possível. É uma experiência que vale a pena repetir, sim.


    0 0


    Sean Parker, empresário que ajudou a fundar o Facebook, e a cantora Alexandra Lenas se casaram no meio de uma floresta com árvores com mais de 500 anos, um castelo de pedras em ruínas, uma cruz celta e duas grandes colunas romanas - itens construídos especialmente para a ocasião. Sozinho, o cenário já era capaz proporcionar uma viagem à era medieval. Mas o vestido da noiva, assinado pelo estilista Elie Saab, e os trajes dos convidados, feito por Ngila Dickson, figurinista da saga O Senhor dos Anéis, garantiram o charme do casamento temático, que custou mais de R$ 20 milhões.

    + Saiba como planejar seu casamento (mês a mês) com um ano de antecedência

    + Vestido de noiva: descubra qual é o modelo ideal para cada silhueta

    “A decoração, a roupa e todos os itens do casamento precisam traduzir a personalidade dos noivos”, aconselha da cerimonialista Beth Kós. Em um casamento temático tudo vai remeter ao tema escolhido, obviamente. Mas é preciso ter bom senso e sutileza. “A união é o foco! A festa não pode virar um filme”, ressalta.

    Obrigatoriamente, o traje dos noivos e dos padrinhos precisa estar de acordo com a temática da festa. “É como um casamento no campo. Em uma das festas que organizei, as madrinhas combinaram de usar vestido curto e chapéu, por exemplo”, afirma a cerimonialista. Parker e Alexandra contrataram uma figurinista para desenhar também o traje dos 364 convidados. Mas, para Beth, é um item desnecessário. “Corre o risco de ficar com cara de festa à fantasia”, comenta.

    + 35 vestidos da Semana da Alta-Costura de Paris para madrinhas de casamento

    Para os convidados, a festa temática ou tema pode ser uma surpresa. “Eles vão desconfiar ao ver o convite. A surpresa é interessante! A não ser que o casal queira que o traje seja temático”, aconselha. Mas o mais importante é que a festa seja a realização do sonho do casal.

    + Consultores ensinam a escolher os fornecedores para a sua festa
     


    0 0

    Durante as gravações do programa Caldeirão do Huck especial para o Dia dos Pais, Edson Celulari contou que apoia a escolha da filha caçula, Sophia, que quer seguir carreira artística.  “Tenho vontade de ser atriz. Faço dança, já fiz aula de canto, pretendo atuar”, conta a menina, que tem 10 anos.

    +

    “Se ela quiser realmente ser atriz, vou ficar muito feliz. Mas se quiser ser médica, tudo bem. Quero que seja boa profissional e feliz”, afirma Celulari, que também disse não descuidar dos cuidados com o filho mais velho, Enzo, de 16 anos. “Eu ensino muito o Enzo a ter respeito pelas mulheres”, afirmou.

    +

    Apesar da atenção que dá aos filhos, o ator afirma que não é ciumento. “Não sou o tipo de pai que vai ficar guardando a filha, mas nunca se sabe, até porque ela não começou a namorar. Não sou um pai babão, superprotetor, mas eu cuido muito dos meus filhos”, explicou.

    +

    Nos momentos livres, as atividades de Edson com a dupla são variadas. Eles costumam viajar, cozinhar e praticar esportes juntos, mas uma atividade em especial é a preferida da família. “Guerra de travesseiro é nossa brincadeira preferida!”, revela Sophia.

     


    0 0
  • 08/07/13--12:32: Citações
  • Ter um Pai! É ter na vida/ Uma luz por entre escolhos;/ É ter dois olhos no mundo/ Que veem pelos nossos olhos!” Florbela Espanca (1895-1930), escritora e poeta portuguesa.

    Há um certo conforto íntimo em seguir um hábito paterno; uma certa segurança e uma certa doçura. Estou pensando agora se quando ficar um pouco mais velho não comprarei uma cadeira de balanço austríaca.” Rubem Braga (1913-1990), jornalista e escritor capixaba.

    A redescoberta do pai é das maiores e profundas experiências. Quantas vezes só vem tarde, quando já morreu. Noutros casos nunca vem. Aí é terrível.Artur da Távola (1936-2008), escritor e político carioca.

    Agora, podes ir— reflete no que eu digo:/ quem te fala é o teu pai — o teu melhor amigo...” J. G. de Araújo Jorge (1916-1987), poeta acreano.

    Tudo já foi dito. E cada vez é mais perigoso repetir. Millôr Fernandes (1923- 2012), humorista carioca.

    O artificial morre sempre, mais cedo ou mais tarde." Machado de Assis (1839- 1908), escritor carioca.

    É o destino que dá as cartas, mas somos nós que jogamos.” Randy Pausch (1960-2008), educador e escritor norte-americano, citado no livro A Garota de Papel, de Guillaume Musso (Verus).

    As religiões deram muita importância ao pecado original, mas nem todas souberam criar a ideia de uma bondade original. D.W. Winnicott (1896-1971), psicanalista inglês, citado por Nahman Armony no livro O Homem Transicional (Zagodoni Editora).

    Ah, as moças são formidáveis. Quando querem ajudar, ajudam de corpo e alma.” Antônio Maria (1921-1964), cronista e compositor pernambucano.

    Sempre ouvi meus antepassados dizerem que aquele que não sabe aproveitar a sorte, quando ela vem, não se deve queixar quando ela passa.” Miguel de Cervantes (1547-1616), escritor espanhol.

    Quanto maior for a sorte, menos se deve acreditar nela. Tito Lívio (64 ou 59 a.C.-17), filósofo e historiador romano.

    A juventude de todos nós é um sonho, uma forma de loucura química.” Francis Scott Fitzgerald (1896-1940), escritor norte-americano, citado no livro A Cura da Infelicidade, de Katherine Sharpe (Gutenberg).

    Qualquer tempo passado foi melhor.” Jorge Manrique (c. 1440- 1479), poeta espanhol.

    Toda a vida é um processo de assombros por coisas esperadas ou perdidas.” Silvina Ocampo (1903-1993), escritora argentina.

    É a vaidade, e não a tranquilidade ou o prazer, que nos interessa. Adam Smith (1723-1790), filósofo e economista escocês.

    Um lance de dados jamais abolirá o acaso.” Stéphane Mallarmé (1842- 1898), poeta francês.

    Termine sua vida quando terminar, ela aí está inteira.” Michel de Montaigne (1533-1592), filósofo francês.

    Horas, horas sem fim,/ pesadas, fundas,/ esperarei por ti/ até que todas as coisas sejam mudas./ Até que uma pedra irrompa/ e floresça./ Até que um pássaro me saia da garganta/ e no silêncio desapareça.Eugénio de Andrade (1923-2005), poeta português.

    Em frente! Pelos caminhos ruins se não houver outros; pelos bons, se for possível. Mas em frente, em frente apesar de todos os obstáculos, até o fim.” Charles Dickens (1812-1870), escritor inglês.


    0 0

    Na Temporada CARAS/Neve 2013, as atrizes Alice Wegmann, Laryssa Dias, Letícia Persiles e Louise D'tuani não tiveram medo de encarar o nosso desafio: uma corrida de trenós! Entrevistada por Daniele Suzuki, Letícia disse que a corrida foi ótima e “completamente inesperada”. Mas, para a modelo, a neve também foi uma atração da viagem. Assista ao vídeo e veja os melhores momentos das famosas na neve.

    0 0


    O grande dia do casamento de Natália (Daniela Escobar) já está se aproximando na novela Flor do Caribe, da Globo. E ela já começa a preparar o seu vestido de noiva. A equipe de caracterização escolheu um vestido que tivesse relação com o local em que a trama é ambientada, a cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Para isso, usaram muita renda.

    +Daniela Escobar está tensa sobre cenas de beijo com Bruno Gissoni

    Na história, o vestido foi feito por Lino (José Henrique Ligabue), que é o novo estilista de Vila dos Ventos. “Nós trabalhamos quase 45 dias e chegamos nesse vestido que ficou com a cara de Vila dos Ventos”, contou o figurinista Severo Luzardo ao site oficial da trama. O vestido remete a uma rede de pescadoria e foi feito por Marco Tarragó.

    +Looks das estrelas em festa de 'Flor do Caribe'

    O modelito foi feito com linha de crochê e o fundo é de cetim de seda em tom champanhe. Como a personagem está grávida, o vestido de noiva tem um corte embaixo do busto para acomodar a barriguinha.

    +Festa de 15 anos do filho de Daniela Escobar reúne amigos famosos


older | 1 | .... | 134 | 135 | (Page 136) | 137 | 138 | .... | 182 | newer